Projeto de curso

PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO
LATO SENSU
ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Ensino a Distância – EAD
(Resolução CES/CNE/MEC nº 01/2018)
CURSO CADASTRADO NO MEC EM 28/08/2007 E RECADASTRADO EM 02/01/2020
Os cursos de pós graduação à distância são disciplinados pelo Decreto nº 9057/17
O Curso de Pós graduação em ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO da FICUNIFAL é cadastrado no CREA-AL – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas e no CONFEA – Conselho Federal de Engenharia e Agronomia.
O curso possibilita a carteira profissional do CREA como “Engenheiro de Segurança do Trabalho”.
O curso obedece ao Parecer CFE 19/1987, referente ao currículo do curso de especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho.

OBJETIVOS GERAIS

O Curso de Pós Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho foi concebido com o objetivo de atender a demanda deste seguimento no mercado de trabalho, inicialmente com o atendimento a Portaria 3.214/78 do Ministério do Trabalho que obriga as empresas públicas e privadas que possuem trabalhadores regidos pela CLT de se enquadrarem nos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho – SESMT, de acordo com o grau de risco e seu número de funcionários, além da crescente imposição do próprio mercado onde as empresas, mais que atendimento legal, atenda as condições de conforto ambiental e satisfação no trabalho. Fica então evidenciada a crescente necessidade de atender a este nicho de mercado e qualificar cada vez mais os profissionais do seguimento de engenharia e arquitetura.

ESTRUTURA CURRICULAR E CARGA HORÁRIA

O Curso está estruturado com 15 (quinze) módulos, 56 (cinquenta e seis) disciplinas totalizando 600 horas/aula.

PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENGENHARIA DA MANUTENÇÃO INDUSTRIAL – EAD
DISCIPLINAS UNIDADES DE APRENDIZAGENS OBJETIVOS H/A
METODOLOGIA CIENTIFICA 30h
INTRODUÇÃO AO MÉTODO DE PESQUISA - Reconhecer a importância da escolha de um método científico para a realização de uma pesquisa.
- Diferenciar as abordagens dos métodos clássicos de pesquisa.
- Reconhecer os demais métodos de pesquisa.

10

MÉTODOS CIENTÍFICOS - Identificar as fases do Método Científico.
- Reconhecer o Método Científico como construtor de conhecimento científico.
- Diferenciar o Método Científico dos demais métodos existentes.

10

APRESENTAÇÃO DE PESQUISA - Identificar tipos de textos científicos.
- Descrever a estrutura de cada tipo de texto científico.
- Apresentar um trabalho de pesquisa científica.

10

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO 30h

FUNDAMENTOS DE SEGURANÇA NO TRABALHO

- Reconhecer as mudanças voltadas à saúde e à segurança ocupacional ao longo do tempo.
- Analisar o impacto da evolução tecnológica no processo de trabalho.
- Refletir sobre a introdução da saúde e da Segurança ocupacional no meio ambiente de trabalho.

10

NORMAS REGULAMENTADORAS DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

 

- Identificar as atribuições gerais das normas regulamentadoras de segurança e saúde no trabalho.
- Descrever as ações da Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho e da Delegacia Regional do Trabalho.
- Diferenciar os deveres do empregador e do empregado.

10

SERVIÇO DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO

- Listar os profissionais que compõem o SESMT.
- Identificar as atribuições do SESMT.
- Dimensionar o SESMT.

10

ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO 30h

COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES

- Reconhecer a forma de atuação da CIPA nas empresas.
- Reproduzir o processo eleitoral da CIPA.
- Identificar a legislação que regulamenta a CIPA.

10

ACIDENTE DE TRABALHO: PAPEL DA COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES E SERVIÇO DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA OCUPACIONAL

- Identificar o papel da CIPA e do SESMT no acidente de
Trabalho.
- Diferenciar o papel da CIPA e do SESMT no acidente de
Trabalho.
- Reconhecer a importância da atuação do SESMT e da CIPA no acidente de trabalho.

10

RESPONSABILIDADE DO EMPREGADO E EMPREGADOR

- Identificar a responsabilidade dos empregados e dos empregadores.
- Comparar a responsabilidade dos empregados com a dos empregadores.
- Reconhecer a necessidade de aplicabilidade das exigências das normatizações por ambas as partes.

10

ERGONOMIA 30h

PRINCIPAIS CONCEITOS DE ERGONOMIA

- Definir os principais conceitos relacionados à ergonomia.
- Identificar as principais correntes da ergonomia.
- Reconhecer as diversas áreas de atuação da ergonomia.

5

ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO (AET)

- Descrever o processo de análise ergonômica do trabalho (AET).
- Discutir a sequência lógica da análise ergonômica do trabalho para resolver os problemas no ambiente de trabalho.
- Resolver problemas ergonômicos utilizando a análise ergonômica do trabalho.

10

PROJETO ERGONÔMICO

- Expressar o conceito de ergonomia e as aplicações dos estudos ergonômicos no ambiente de trabalho.
- Identificar as implicações da fisiologia do trabalho no projeto de sistemas produtivos.
- Relacionar os aspectos ergonômicos com as necessidades dos sistemas produtivos.

10

BIOMECÂNICA OCUPACIONAL

- Descrever o funcionamento do corpo humano na realização do trabalho.
- Reconhecer as condições de trabalhos musculares estáticos e dinâmicos.
- Identificar formas de minimizar distúrbios posturais na realização do trabalho.

5

PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE 45h  

CONCEITOS DE MEIO AMBIENTE

- Apresentar os conceitos de meio ambiente e de impactos ambientais.
- Identificar as principais políticas ambientais que apresentam os instrumentos de gestão.
- Relacionar a recuperação de áreas degradadas com o desenvolvimento sustentável.

10

MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

- Explicar o conceito de desenvolvimento sustentável.
- Discutir a agricultura sustentável.
- Analisar o mercado de produtos éticos, como orgânicos e comércio justo.

10

CRIMES AMBIENTAIS

- Definir o significado de crimes ambientais e legislações vigentes.
- Descrever os diferentes tipos de crimes ambientais.
- Discernir sobre as sanções penais para atividades lesivas ao meio ambiente.

10

SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL ISO 14.000

- Identificar as etapas do sistema de gestão ambiental (SGA).
- Conhecer as principais vantagens do sistema de gestão ambiental (SGA).
- Listar as principais normas da série ISO 14.000.

15

LEGISLAÇÃO E NORMAS TÉCNICAS 30h

LEGISLAÇÃO TRABALHISTA NO BRASIL: CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO E REFORMA TRABALHISTA

- Descrever a evolução da legislação trabalhista no Brasil.
- Reconhecer a importância da Consolidação das Leis Trabalhistas.
- Explicar as alterações da reforma trabalhista na Consolidação das Leis de Trabalho.

8

ACIDENTE DO TRABALHO

- Reconhecer o conceito de acidente de trabalho.
- Identificar as principais causas de acidentes de trabalho.
- Descrever ações de prevenção de acidentes de trabalho.

8

AFASTAMENTO

- Definir afastamento do trabalho e consequências imediatas para a organização.
- Identificar as principais causas de afastamento do trabalho no Brasil.
- Descrever a legislação que orienta empregados e empregadores no que concerne ao direito a afastamento do trabalho.

7

ÉTICA, LEGISLAÇÃO E ENTIDADES QUE REGULAMENTAM A PROFISSÃO

- Reconhecer o conceito de ética na profissão de engenharia.
- Identificar um dilema ético na aplicação da profissão.
- Avaliar os impactos das ações técnicas de engenharia 
no bem estar e na segurança da sociedade.

7

PSICOLOGIA NA ENGENHARIA DE SEGURANÇA, COMUNICAÇÃO E TREINAMENTO 15h

PSICOLOGIA SOCIAL DO TRABALHO

- Reconhecer a contextualização histórica e a necessidade do surgimento de uma Psicologia Social do Trabalho.
- Identificar as transformações do trabalho, sua concepção e os processos identitários.
- Analisar o ideal de trabalhador, a regulação de identidade, os modos de viver e sofrer no trabalho.

4

PROCESSOS PSICOLÓGICOS E DOENÇAS RELACIONADAS AO TRABALHO

- Definir o que são processos psicológicos básicos.
- Relacionar processos psicológicos com disfuncionalidades relacionadas ao trabalho.
- Explicar a produção de subjetividade, pautada pela hiperdemanda do trabalho na contemporaneidade.

4

SÍNDROME DE BURNOUT

- Descrever o trabalho na contemporaneidade.
- Definir a síndrome de burnout, suas causas e principais sintomas.
- Identificar como a psicologia organizacional e a gestão de pessoas podem atuar para prevenir o adoecimento relacionado ao trabalho.

4

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO

- Descrever as teorias de motivação aplicadas ao trabalho.
- Analisar os programas de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) desenvolvidos na empresa.
- Listar os benefícios da implantação do programa QVT em uma empresa.

3

O AMBIENTE E AS DOENÇAS DO TRABALHO 50h

TOXICOLOGIA OCUPACIONAL

- Listar as atribuições da toxicologia ocupacional.
- Identificar doenças decorrentes da exposição dos indivíduos a agentes químicos no ambiente de trabalho.
- Descrever medidas de prevenção a doenças decorrentes da exposição dos indivíduos a agentes químicos no ambiente de trabalho.

10

DOENÇAS RELACIONADAS AO TRABALHO

- Identificar doenças relacionadas ao trabalho.
- Reconhecer instrumentos para a investigação das relações saúde trabalho-doença.
- Descrever ações decorrentes do diagnóstico de uma doença relacionada ao trabalho.

15

DOENÇAS OCUPACIONAIS: LER E DORT

- Reconhecer os sinais e os sintomas das doenças ocupacionais LER e DORT.
- Identificar fatores de risco no trabalho que predispõem LER e DORT.
- Desenvolver um plano de medidas preventivas de doenças ocupacionais.

15

ESTRUTURA EPIDEMIOLÓGICA

- Identificar o conceito de estrutura epidemiológica e os fatores etiológicos.
- Descrever os fatores de exposição e suscetibilidade em resposta aos agentes etiológicos.
- Reconhecer o ambiente como um fator causal de doenças.

10

PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS E EXPLOSÕES 60h

INSTALAÇÕES CONTRA INCÊNDIO

- Reconhecer os elementos dos sistemas de prevenção de incêndio.
Projetar espaços para sistemas de prevenção de incêndio.
Construir vistas e isométricos dos sistemas de prevenção de incêndio.

15

PREVENÇÃO E COMBATE À INCÊNDIO: COMPONENTES E DIMENSIONAMENTO

- Definir a função do Plano de Prevenção Contra Incêndio.
- Identificar os principais equipamentos de proteção contra incêndio
- Explicar as metodologias de dimensionamento nas normas dos principais sistemas específicos

15

INSTALAÇÕES CONTRA INCÊNDIO

- Explicar o que é reserva técnica de água no combate a incêndio.
- Determinar o que são componentes do sistema de tubulação de incêndio.
- Identificar os tipos de arranjos de sistemas de pressurização de hidrantes.

15

DOS CRIMES DE PERIGO COMUM

- Compreender os crimes de incêndio e explosão.
- Analisar os crimes de desabamento, desmoronamento e difusão de doença e praga.
- Aplicar conceitos sobre os demais crimes desta categoria previstos no Código Penal.

15

GERENCIAMENTO DE RISCOS 60h

DEFINIÇÃO DE GERENCIAMENTO DE RISCOS

- Definir conceitos básicos de riscos.
- Identificar a história do gerenciamento de riscos.
- Compreender a definição de gerenciamento de riscos.

15

GERENCIAMENTO DE RISCOS: TÉCNICAS DE ANÁLISE DE RISCOS

- Identificar as técnicas de análise de riscos.
- Reconhecer a forma de aplicação das Técnicas de análise de riscos.
- Indicar a técnica de análise de riscos mais adequada para cada situação.

15

OS RISCOS E OPORTUNIDADES (MATRIZ DE RISCO MR E MATRIZ DE OPORTUNIDADES MO)

- Identificar a contextualização do cenário de riscos e oportunidades.
- Reconhecer a análise de risco através da Matriz de Risco (MR).
- Descrever a análise de oportunidades através da Matriz de Oportunidades (MO).

15

ISO 31000

- Ao final deste texto, você deve apresentar os seguintes aprendizados: Enumerar os termos e definições da ISO 31000.
- Listar os princípios da ISO 31000 Discutir a estrutura do processo de gestão de riscos segundo a ISO 31000.

15

PREVENÇÃO E CONTROLE DE RISCOS EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS 80h

SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

Demonstrar as exigências para promover a segurança na operação de máquinas e equipamentos.
Identificar a normatização que regulamente a segurança do trabalho com máquinas e equipamentos.
Indicar as situações de inadequação de máquinas e equipamentos que precisam de modificação para torna-los seguros.

20

NORMAS TÉCNICAS ADOTADAS

Determinar as normas técnicas adotadas em instalações elétricas industriais.
Reconhecer os principais itens das normas de segurança em instalações elétricas.
Analisar os principais pontos da norma NBR 5410.

20

SEGURANÇA NA ARMAZENAGEM, MANUSEIO E TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS

Reconhecer as instalações de um armazém de produtos perigosos.
Definir como as cargas perigosas são estocadas no armazém e transportadas.
Identificar os EPIs de segurança nas funções de periculosidade.

20

O SISTEMA HOMEM-TAREFA-MÁQUINA (SHTM): DISPOSITIVOS E CONTROLE

Definir os conceitos do sistema homem tarefa-máquina (SHTM).
Descrever os aspectos ergonômicos relativos a usuário, informações e controle.
Aplicar os conceitos do sistema homem tarefa-máquina (SHTM) em situações práticas no ambiente de trabalho.

20

HIGIENE DO TRABALHO – PARTE I 40h

RISCOS OCUPACIONAIS

- Reconhecer os riscos ocupacionais.
- Identificar os riscos originados no ambiente de trabalho.
- Listar os riscos ocupacionais.

10

PROGRAMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL

- Diferenciar os programas de saúde e segurança ocupacional.
- Indicar a necessidade de realização dos programas.
- Identificar os itens que devem conter os programas de saúde e segurança ocupacional.

10

RUÍDO E VIBRAÇÕES

- Identificar as fontes de ruído.
- Definir vibrações.
- Enumerar os efeitos fisiológicos e psicológicos dos ruídos e das vibrações.

10

 

RADIAÇÕES

- Identificar os conceitos básicos relacionados à radiação.
-Caracterizar as distintas aplicações acerca de radiação.
- Definir os efeitos biológicos da radiação.

10

HIGIENE DO TRABALHO – PARTE II 40h

RISCOS QUÍMICOS

- Identificar os riscos químicos existentes no(s) ambiente(s) de trabalho.
- Classificar os agentes químicos quanto ao risco à saúde.
- Descrever problemas na saúde humana decorrente da exposição a agentes químicos.

10

RISCO E CONTROLE AMBIENTAL: RISCOS QUÍMICOS E A SAÚDE DO TRABALHADOR

- Exemplificar setores e atividades que manipulam produtos químicos nocivos.
- Relacionar os riscos à saúde do trabalhador na operação de atividades com manipulação química.
- Descrever métodos de controle ambiental vinculados à saúde do trabalhador na operação de atividades com manipulação química.

10

CLASSIFICAÇÃO DE RISCO DE AGENTES QUÍMICOS

- Reconhecer as classificações de risco dos agentes químicos.
- Classificar os agentes químicos de acordo com os riscos que eles oferecem à saúde.
- Aplicar as normas de segurança individual no manuseio de agentes químicos.

10

 

CONTROLE E ELIMINAÇÃO DOS RISCOS OCUPACIONAIS

- Diferenciar as formas de controle e eliminação dos riscos.
- Selecionar os mecanismos de controle e eliminação dos riscos para diferentes situações.
- Identificar como controlar e eliminar os riscos ocupacionais.

10

HIGIENE DO TRABALHO – PARTE III 35h

INTRODUÇÃO À BIOSSEGURANÇA

- Descrever os principais conceitos e definições aplicados à biossegurança.
- Reconhecer a classificação de risco biológico e os níveis de biossegurança.
- Diferenciar barreiras primárias e secundárias de biossegurança.

5

NORMA REGULAMENTADORA - NR 32

- Identificar o objetivo e campo de aplicação da NR 32.
- Explicar a influência da NR 32 para os profissionais da área de saúde.
- Descrever ações previstas no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional em caso de exposição acidental do trabalhador aos agentes biológicos.

10

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL E COLETIVA

- Identificar quais são os principais Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).
- Reconhecer os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs).
- Elencar quais EPIs e EPCs devem ser utilizados de acordo com o nível de biossegurança do ambiente.

10

DOENÇAS OCUPACIONAIS POR AGENTES BIOLÓGICOS, CONDUTA E NORMAS DE BIOSSEGURANÇA (HIV E HEPATITE B)

- Reconhecer a importância de adotar medidas de biossegurança para utilização de materiais perfurocortantes e/ou biológicos.
- Descrever a conduta para acidentes com materiais perfurocortantes e/ou biológicos.
- Identificar e analisar os aspectos peculiares de biossegurança a soro conversão para Hepatite B e HIV.

10

HIGIENE DO TRABALHO – PARTE IV 25h

VENTILAÇÃO NATURAL E MECÂNICA DE AMBIENTES NO PROJETO DE INTERIORES

- Reconhecer a importância dos movimentos do ar/ventilação.
- Aplicar a ventilação natural na melhoria do conforto ambiental.
- Descrever técnicas de ventilação mecânica aplicadas em projeto de interiores.

5

PRINCÍPIOS DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA

- Aplicar as normas da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) para radioproteção.
- Reconhecer as limitações de dose de exposição a pacientes e profissionais da saúde.
- Identificar os equipamentos de proteção individual e coletiva a serem utilizados na aplicação de exames radiológicos.

10

ANÁLISE E ELABORAÇÃO DO MAPEAMENTO DE RISCOS

- Classificar os tipos de agentes de risco.
- Descrever a metodologia de análise de riscos.
- Identificar as etapas da elaboração de um mapa de riscos.

10

TOTAL DE HORAS AULA 600

MÓDULO OPCIONAL
DISCIPLINAS UNIDADES DE APRENDIZAGENS OBJETIVOS H/A
DIDÁTICA E METODOS CIENTIFICOS
DIDÁTICA: UMA PRÁTICA ORGANIZADA - Conceituar a didática
- Relacionar a didática com as estratégias de ensino
- Estabelecer relação entre a didática e o processo de socialização
10
METODOLOGIA: DIFERENTES OPÇÕES DIDÁTICAS Definir o que é a metodologia no trabalho docente.
Apontar diferentes opções metodológicas que podem ser adotadas no processo de ensino-aprendizagem.
Relacionar a metodologia com o uso de diferentes recursos materiais.

10

PROCESSOS DE APRENDIZAGEM - Descrever como os alunos processam o aprendizado
- Discutir as etapas dos processos de aprendizagem
- Explicar o ciclo dinâmico da aprendizagem

10

SELEÇÃO E DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA MATRÍCULA

01 fotos 3x4; Cópia do Diploma de Curso Superior, Cópia do CPF, Cópia do RG e Cópia do Comprovante de Residência. (Todos as Copias desses documentos deverão obrigatoriamente serem digitalizadas, assinadas pelo candidatos conforme assinatura do RG e enviadas para a FIC pelo correio eletrônico fic@unifal.edu.br .

DADOS DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO

MANTENEDORA:
Nome: União de Faculdades de Alagoas Ltda. - UNIFAL
Dirigentes: Sergio TR Costa e Rosário F. Costa.
Endereço: Rua Barão de Jaraguá, 398, Jaraguá, Maceió/AL. CEP: 57.022-140
Fone e Fax: (82) 3326 8069 - E-mail: unifal@ficunifal.edu.br

MANTIDA:
Nome: Faculdade Figueiredo Costa - FIC
Dirigentes: Sergio TR. Costa e Rosário F. Costa
Endereço: Rua Barão de Jaraguá, 398, Jaraguá, Maceió/AL. CEP: 57.022-140
Fone e Fax: (82) 3326-8069 - E-mail: fic@ficunifal.edu.br

EXPEDIÇÃO DO CERTIFICADO

O curso de pós-graduação lato sensu em Engenharia de Segurança do Trabalho é certificado pela FACULDADE FIGUEIREDO COSTA – FIC, mantida pela UNIFAL.

A FIC é CREDENCIADA PARA OFERTA DE CURSOS SUPERIORES PRESENCIAIS PELA PORTARIA MEC 289/16 (RECREDENCIADA) e CREDENCIADA PARA CURSOS SUPERIORES A DISTÂNCIA PELA PORTARIA MEC 90/18 (CREDENCIADA EAD). Os certificados expedidos pela FIC tem garantia de validade em todo território brasileiro.

INVESTIMENTO

O investimento que o aluno se predispõe para concluir o curso, conforme tabela abaixo:

PLANO TEMPO DE CONCLUSÃO EM MESES TOTAL DO INVESTIMENTO EM R$ PARCELAMENTO
PLANO ÚNICO 6 a 12 2.848,00 de 2x até 12x
Até 10x é sem juros

PRAZO DE CONCLUSÃO DO CURSO
Mínimo de 6 (seis) meses e máximo de 12 (doze) meses.

DIAS E HORÁRIOS DAS AULAS

Educação a distância – EAD

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA E TUTORES

E-mail: fic@unifal.edu.br
A Coordenação de Programas de Ensino a Distância da FIC é a responsável pela Elaboração do Projeto Pedagógico do Curso e sua permanente atualização, devendo promover as reuniões periódicas do colegiado objetivando desenvolver e implantar o presente projeto e as atividades do mesmo. É também responsável pelo gerenciamento do curso e da integração docente e discente, com objetivo de garantir o pleno sucesso na execução deste projeto pedagógico.

OBS: “Os professores são de exclusiva responsabilidade da Coordenação Acadêmica e poderão, a qualquer tempo, serem substituídos, a critério exclusivo da mesma, por razões administrativo-pedagógicas, por outros de equivalente titulação e/ou capacidade profissional”

METODOLOGIA

A concepção metodológica do Curso baseia-se nos ideais de autonomia e protagonismo no Ensino a Distância. O curso prevê a realização de 15 módulos disciplinares curricular, através do Ambiente Virtual de Aprendizagem da FIC. São 10 (dez) módulos disciplinares curricular, com 4 (quatro) UAs, cada e 4(quatro) módulos disciplinares curricular, com 3 (três) UAs.

AVALIAÇÃO

Farão jus aos certificados apenas os alunos que concluírem com sucesso todas as disciplinas modulares e obtiverem nota igual ou superior a 7,0 pontos numa escala de 0 (zero) a 10 (dez).

TECNOLOGIA

A ferramenta fundamental, embora não a única, para o desenvolvimento dos processos educativos será o Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA da FIC, onde serão realizadas as aulas com veiculação pela internet; ambientes virtuais de discussão; biblioteca virtual e informações sobre as disciplinas e avaliação.
A organização deste espaço virtual será uma parceria do Curso com a Coordenação de Programas de Ensino a Distância da FIC e com empresas especialista terceirizadas, para elaboração e distribuição dos materiais audiovisuais.

Outra importante ferramenta indispensável que é amplamente utilizada é o portal da FIC, na bibliotecas virtuais, onde são publicados os textos no formato eletrônico de livros, que poderão ser acessados e impressos, nas bibliotecas virtuais, fazendo com que os alunos do Curso tenham a oportunidade de acessar revistas e os textos de autores nacionais e estrangeiros.

INFRAESTRUTURA FÍSICA

O curso é uma iniciativa da Coordenação de Programas de Ensino a Distância da FIC, que já consta com estrutura física no polo do campus sede, onde funcionam a secretaria, a coordenação do curso, coordenação de tutoria e o colegiado do curso.

Estes espaços possuem os laboratórios de informática, sala de para web conferências, secretaria onde atuarão os professores do curso e demais colaboradores.

INFORMAÇÕES GERAIS

Conforme a nova resolução do MEC, que rege sobre cursos de pós-graduação lato sensu, o TCC não é mais obrigatório, e sim opcional. Sendo assim nossos cursos não contemplam mais o TCC. Caso opte, é só nos enviar seu TCC já orientado e corrigido que após análise de nossa equipe pedagógica ele será inserido no seu certificado.

Vale salientar que como o TCC é um trabalho cientifico, é importante ter o seu título no histórico escolar, que acompanha o Certificado de conclusão de curso.

Os alunos que concluírem todos os requisitos do curso receberão o certificado de conclusão, conforme a Resolução CNE/CES n. 1, de 6 de abril de 2018. Todos os documentos apresentados e aprovação em todas as disciplinas, o aluno será certificado como especialista. Emitiremos uma declaração de conclusão dentro de 10 dias e o certificado em até 30 dias.
O concluinte poderá optar por retirar o certificado em um dos endereços disponibilizados pela instituição ou recebê-lo pelo correio. Não há custo para a retirada do certificado no endereço indicado pela instituição. Para recebê-lo pelo correio, por Sedex será cobrado a taxa referente ao custo de envio.
De acordo com o MEC, os egressos dos cursos oferecidos a distância receberão o mesmo certificado de ensino superior dos cursos presenciais. A modalidade a distância não é citada no certificado.

Os cursos são realizados com base no material didático (livros e videoaulas) e com o suporte por meio do Portal AVA e o portal FicUnifal para acesso as bibliotecas virtuais e-BookFIC e Pearson. O PDF do livro estará disponível para download e as videoaulas serão assistidas no próprio AVA do aluno. Material Online - Videoaulas no AVA e livros em PDF que poderão ser baixados nos seu computador para consultas futuras.

CONTROLE DE FREQUÊNCIA

Todas as ações que o aluno faz no AVA do curso é monitorada, servindo de base para avaliação da assiduidade do aluno no curso.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA PARA O CURSO

AYRES, Dennis de Oliveira; CORREA, Jose Aldo Peixoto. Manual de Prevenção de Acidentes do Trabalho. 2ª Edição. Atlas, 2011.
BRANCO Filho, Gil. A Organização, O Planejamento e O Controle da Manutenção. Ciência Moderna, 2008.
DORIGO, Luiz Carlos; NASCIF, Julio. Manutenção orientada para resultados. Qualitymark, 2009.
FOGLIATTO, Flávio Sanson; RIBEIRO, José Luis Duarte. Confiabilidade e Manutenção Industrial. Campus 2009.
GENTIL, Vicente. Corrosão. LTC, 2011. RAMANATHAN, L. V. Corrosão e seu Controle. Hemus, 1993.
KARDEC, Allan; LAFRAIA, João Ricardo Barusso. Gestão Estratégica e Confiabilidade. Qualitymark, 2007.
KELLY, A.; HARRIS, M.J. Administração da Manutenção Industrial, IBP, 1980.
MIRSHAWKA, Victor. Manutenção Preditiva: Caminho para Zero Defeitos. Makron Books-McGraw-Hill, 1991.
MONCHY, François. A Função Manutenção, Ed. Durban-Ebras, 1989.
MOUBRAY, John. Introdução à Manutenção Centrada na Confiabilidade, Aladon, 1996.
NASCIF, Julio; PINTO, Alan Kardec. Manutenção - Função Estratégica, 3ª Edição. Qualitymark, 2009.
NEPOMUCENO, L. X. Técnicas de Manutenção Preditiva, V. 1 e 2 Edgard Blucher, 1999.
OAKLAND, J.Gerenciamento da Qualidade Total TQM. Nobel, 2007. P. G. MARTINS, R.F.P. Administração da Produção. Laugeni, 2006..
OSADA, Takashi; TOKAHASHI, Yoshikazu. TPM/MPT - manutenção produtiva total. IMAM, 2002.
PEREIRA, Mario Jorge. Engenharia de Manutenção - Teoria e Pratica. Ciência Moderna, 2009.
PINTO, Alan Kardec e NASCIF, Júlio. Manutenção: Função Estratégica. Ed. Qualitymark, 1998.
SANTOS, Valdir Aparecido dos. Manual prático de manutenção industrial. Icone Editora, 2007.
SCAPIN, Carlos Alberto. Analise sistêmica de falhas. INDG, 2007.
SIQUEIRA, Iony Patriota de. Manutenção Centrada na Confiabilidade. Qualitymark, 2005.
TAVARES, Lourival. Excelência na Manutenção. Edit. Casa da Qualidade, 1997.
XENOS, Harilaus G. D. Gerenciando a Manutenção Produtiva. EDG - Editora de Desenvolvimento Gerencial, 1998.
Biblioteca digital da FIC: E-BookFIC, no portal www.ficunifal.edu.br
Biblioteca digital, terceirizada: PEARSON BIBLIOTECA VIRTUAL, no portal www.ficunifal.edu.br
Biblioteca pública MEC: www.periodicos.capes.gov.br